Pular para o conteúdo

Copa gera vagas em agronegócios

02/04/2012

Todo mundo já sabe que a Copa de 2014 será a responsável pela melhoria na infraestrutura da Região Metropolitana do Recife (RMR) e pela geração de novos empregos, tendo como ênfase as áreas de Construção Civil e Turismo. Mas o fato é que o maior evento esportivo do Mundo também vai render bons frutos ao setor de agronegócios de todo o Estado. A constatação faz parte de um estudo do Serviço Brasileiro de Apoio às Micros e Pequenas Empresas em Pernambuco (Sebrae-PE), em parceria com a Fundação Getulio Vargas (FGV), que identificou 132 oportunidades na agricultura e pecuária.A pesquisa foi realizada pela FGV, em meados de 2010, e gerou as dicas de oportunidades de negócio para a Copa 2014, nas 12 cidades-sede. Entretanto, somente agora o Sebrae divulgou os resultados do estudo para Pernambuco, que avaliou numa escala de zero a um a densidade de micro e pequenas empresas em cada setor e oportunidade de negócio.

“O estudo faz parte do Programa Sebrae 2012 e a ideia é que os agricultores e pecuaristas de pequeno porte possam encontrar oportunidades nos setores de comércio varejista e produção associada ao turismo”, explica a gerente Territorial da RMR e Mata Norte do Sebrae Pernambuco, Roberta Correira. Ainda segundo ela, uma das oportunidades é trabalhar o encadeamento da pro­dução de fru­tas, seja no Va­le do São Fran­­cisco ou em outras regiões do Estado, que podem ser fornecidas para hotéis que receberão os turistas. “Além disso, pode ser enfatizada a produção de queijo e vinho, por exemplo, para o consumo dos restaurantes”, complementa.

De acordo com a pesquisa, o fluxo turístico no período da Copa será responsável por receitas adicionais de até R$ 6 bilhões para as empresas brasileiras, “caso sejam aproveitadas as oportunidades geradas pelo evento”.

Com base nisso, entre as atividades da pecuária que se destacam em níveis de densidade estão os serviços veterinários (1), criação de caprinos (1), criação de ovinos, inclusive para a produção de lã (1), criação de bovinos para corte e leite (0,99) e a criação de escargot (0,94). Em relação à produção na agricultura, os destaques foram para o cultivo de arroz (0,93), de cacau (0,89) e de café (0,90).

Na pesquisa, também foi ressaltado o resultado 1 para os serviços de assistência técnica aos produtores rurais atuantes na agricultura e pecuária convencional.

Fonte Radar:

http://www.folhape.com.br/cms/opencms/folhape/pt/edicaoimpressa/arquivos/2012/Marco/31_03_2012/0048.html

About these ads

Os comentários estão desativados.

%d blogueiros gostam disto: